terça-feira, 26 de julho de 2011

Qual é o problema com o dólar na Venezuela?

Olá, pessoal!

Nas nossas conversas com muitos dos nossos turistas, percebemos que muitos se perguntam:


Qual o problema com o dólar na Venezuela?


Na verdade, muitas pessoas nao sabem que tal problema existe, porque quando se vive em um país com sistema de livre conversao de moedas, é difícil entrar na cabeça... que possa existir algum outro lugar que nao se possa comprar dólares?!, nunca nos fazemos essa pergunta e pensamos que em todos os lugares é assim... seria o lógico..
Mas a verdade é que, existem paises que por diferentes motivos, baixo certas circunstancias e por diversos periodos de tempo (que podem ser bem longos), restringen o acesso a moedas estrangeiras e estabelecem o que é conhecido como um Controle Cambial. Isso é feito com fins de:

- Evitar a fuga de capitais
- Proteger o nível das Reservas Internacionais
- Razoes Políticas
- Equilibrar a balança de pagamentos.
..entre outras razoes.

Na Venezuela, no dia de hoje (24JUL11) voce nao pode ir a uma casa de cambio e converter seus Bolívares (moeda local) por nenhuma outra moeda. Simples assim: É proibido! Ninguém (venezuelano, estrangeiro, empresa, instituiçao beneficente... etc) ninguém pode converter sua moeda, a menos que seja autorizado (e por certa quantia) pelo governo a realizar tal transaçao, a qual implica uma série de procedimentos burocráticos, os quais, em algumas ocasioes sao aprovados e em outros (a maioria) nao. Agora, se voce deseja converter seus dólares em bolívares... serao bem-vindos em qualquer casa de cambio! Entao, vejamos: 

O que é um Controle Cambial?
É uma intervençao oficial do mercado de divisas, de tal maneira que os mecanismos normais de oferta e demanda, ficam total ou parcialmente fora de operaçao e em seu lugar se aplica uma regulamentaçao administrativa sobre a compra e venda de divisas, que implica geralmente em um conjunto de restriçoes tanto quantitativas como qualitativas de uma entrada e saída de cambio estrangeiro.

Tipos de Controle Cambial:
Existem vários tipos de controle cambial entre os que se destacam, o rigido, o parcial e o total. Neste post, nao nos aprofundaremos neste tema.

Controle Atual
O atual Controle Cambial (houve outros no passado) foi estabelecido na Venezuela dia 5 de fevereiro de 2.003 assim que terminou a crise da denominada Greve Petroleira e, foi estabelecido no princípio para aniquilar os efeitos imediatos da greve:
- reduçao dos dólares provenientes das exportaçoes petroleiras
- fuga de capitais devido a  instabilidade política e social
 e se mantém até hoje porque...  nao existe razoes oficiais, e há experts que dizem que nao existem razoes macro-economicas, só políticas. 

Pode ou nao pode?
O turista venezuelano 'comum' pode comprar até US$3500 para suas viagens POR ANO. Isto, se possui cartao de crédito e depois de formalizar todos os tramites exigidos pelo CADIVI (Instituiçao criada pelo Governo da Venezuela para controlar a assignaçao de dólares). Hoje em dia, a quantia assignada varia de acordo ao destino e duraçao da viagem: Por exemplo, se um venezuelano viaja para a Colombia, seja por 8 dias ou por um mes, pode gastar somente US$700 durante sua viagem e, isto, se for atraves da utilizaçao de un cartao de crédito internacional.
Se o turista nao tem cartao de crédito, deverá se conformar com o montante máximo de US$500 anuais que ele pode adquirir de dólar em espécie.
Existem outros tipos de assignaçoes como é o caso de estudantes, emergencias médicas etc., mas em todos os casos sao tramites bastante burocráticos e com limites muito baixos.
No caso das empresas, o acesso aos dólares também é muito restringido, ou fechado, dependendo do tipo de atividade da empresa ou do tipo de mercadoria que se queira importar.., ao ponto do valor dos bens e serviços ser calculado pelo preço do dólar no mecado paralelo (mercado negro de divisas).

O mercado paralelo
Como toda restriçao de um bem necessário, o Controle Cambial há gerado a imediata formaçao de um mercado paralelo (negro) que o Governo tem tentado controlar de muitas maneiras, entre elas criou a chamada Lei de Ilicitos Cambiais, cuja aplicaçao chegou ao ponto de haver fechado páginas na Internet que publicavam o 'preço diário' da moeda norte-americana e/ou européia, e, hoje em dia, é proibido publicar o preço da moeda em qualquer meio de comunicaçao social. Na Venezuela esse mercado paralelo é, por assim dizer, ilegal..


É por ele, que ao viajar a Venezuela, voces encontrarao vantagens (e restriçoes) em relaçao a moeda, e encontrarao 'por aí' uma infinidade de opçoes na hora do cambio. Mas, por favor, sempre tenham em mente, sua segurança pessoal... antes de qualquer coisa. Lembre-se do que já mencionamos sobre Cambio de Moeda e Segurança Pessoal no post Dicas para viajar a Venezuela...

Esperamos ter conseguido ilustrar um pouco do que acontece na Venezuela com relaçao ao dólar e, ficamos, como sempre, as ordens para tirar qualquer dúvida e/ou ler seus comentários a respeito.

8 comentários:

  1. Olá Giovanna e Alexander, tudo bom?

    Belo artigo, realmente tinham coisas aí que eu não sabia.

    Surgiram algumas dúvidas, se vocês puderem esclarecer, desde já eu agradeço.

    Fora de Caracas, a gente encontra facilmente casas de câmbio ou bancos que fazem câmbio do Dólar Americano para Bolívares?

    Dá para usar o Visa Travel Money e similares por aí sem maiores problemas?

    Um abraço,

    ResponderExcluir
  2. Pedro... obrigada pelo comentario!!! Vc sempre prestigiando nosso trabalho com suas ideias inteligentes!
    Existem casas de cambio fora de Caracas, mas a questao eh que so se consegue trocar os dolares por bolivares, nunca o contrario.
    E qualquer metodo utilizado tipo cartao de debito ou credito internacional eh calculado pela taxa do cambio oficial que é fixa e bem menor do que a taxa do cambio no mercado paralelo. Grande abraco e, se surgir qq eventual duvida sobre a Venezuela, conta conosco!

    ResponderExcluir
  3. Olá Giovanna e Alexander, tudo bom?

    Muito obrigado mais uma vez pelas informações de grande utilidade.

    Li ainda o último relato do Rogério e confesso que me deu ainda mais vontade de conhecer a Isla Margarita, quem sabe ano que vem.

    Um forte abraço,

    ResponderExcluir
  4. Isso mesmo, Pedro... se programa e vem mesmo!!! Sabe que tem nosso apoio para programar sua viagem e tudo o que precisar estando aqui...
    Grande abraco,

    ResponderExcluir
  5. Olá Giovanna!

    Adorei o "blog" de vocês!!! Próximo ano, por volta do mês de maio estarei indo à Caracas à trabalho, mas vão sobrar pelo menos 2 fins de semana para passeios... Gostaria de umas dicas boas, baratas e lindas! Adoro praias...

    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Ola, Aline!!! Muito prazer!!! Tudo bem? Que bom que vc gostou do nosso blog... ele é feito com muito carinho para vcs...
    Conta conosco para todas as dicas que precisar... Muito legal vc já estar pesquisando, pq quanto melhor vc se planejar, melhor vai poder aproveitar seu tempo qd já estiver na Venezuela.
    Grande abraco,

    ResponderExcluir
  7. Giovanna estou indo pra venezuela dia 13 de outubro e fico até dia 22... preciso de hotel e aereo de caracas até margarita ou los roques... pode me ajudar?/ qual o valor para um casal?? ups_contato@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola, Rafael... ja te respondi por email. Abs e vamos conversando por la.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...